e-commerce
E-commerce

E-commerce: aumente as vendas de sua loja

Se você já possui uma loja física, saiba que pode aumentar, e muito, as suas vendas ao criar uma loja online, o chamado e-commerce. Mas se você não conhece bem esse meio digital ou ainda tem dúvidas e receio em vender seus produtos e/ou serviços na internet, vem comigo que vou explicar tudo nesse artigo.

Cada vez mais os consumidores estão buscando produtos online. Vendas em e-commerce vem crescendo cerca de 20% ao ano. Em 2020, por exemplo, dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm) informam um aumento de 30% nas vendas pela internet durante as duas primeiras semanas de abril. Tudo bem que este aumento se deve, principalmente, pela pandemia do coronavírus, que fez com que lojas físicas fechassem para evitar a proliferação da doença. Mas a adesão por compras online só tende a crescer e você não pode ficar de fora.

O que é um e-commerce?

E-commerce pode ser definido como um ambiente online para sua loja que facilita o acesso de clientes e possíveis clientes a seus produtos e além disso, potencializa o número de vendas.

Você não precisa depender somente dos consumidores que já conhecem a sua loja apenas por ela estar no mesmo local ou comprarem de você a algum tempo ou contar com o público que passa em frente ao seu estabelecimento todos os dias. Com o ambiente online fica muito mais fácil.

Vale lembrar que um e-commerce não envolve apenas a compra e venda de produtos, todos os processos como fornecedores, previsão de compras, gestão de estoque, logística e outros, devem ser considerados, mas vamos tratar melhor sobre isso mais pra frente.

Tipos de e-commerce

Quando falamos em e-commerce pensamos logo em uma loja que vende produtos no varejo para o consumidor final, mas a verdade é que há outras modalidades deste tipo de comércio.

Business to business (B2B)

Esse modelo envolve a relação de venda de insumos de uma empresa para outra. No B2B, o volume de vendas e o faturamento tende a ser maior do que em outros modelos.  Entretanto, as exigências também são maiores, como rapidez na entrega, qualidade, frete acessível, entre outras. E são essas exigências que garantem a satisfação desse tipo de cliente.

Business to consumer (B2C)

Este é o modelo de e-commerce mais conhecido, sendo os perfis de varejo que mais se encaixam nessa categoria, como vestuário, eletrônicos, móveis, entre outros. Trata-se da relação comercial entre empresas e o consumidor final.

Nesta categoria, as lojas se diferenciam pelos preços competitivos, pensando que a decisão se dá baseada, principalmente, na pesquisa de preços.

Consumer to consumer (C2C)

Esse modelo de e-commerce expandiu bastante na internet. Trata-se da relação de compra e venda entre pessoas (físicas). No C2C, o consumidor vende para outro consumidor, seja produto ou serviço, como por exemplo, freelancers e cozinheiros.

Alguns marketplaces possuem essa modalidade para aqueles que queiram investir nesse modelo e ganhar uma renda extra.

Consumer to business (C2B)

Modalidade pouco conhecida, trata-se da relação entre consumidor (pessoa física) e empresa (pessoa jurídica). Esta categoria tende a crescer devido a sua praticidade e poucas exigências formais.

Business to administration (B2A)

Este modelo trata-se da relação comercial entre empresas e a administração pública, como por exemplo, serviços fiscais, segurança social, serviços de empregos, documentos legais, registros etc.

Nesta categoria é preciso estar em dia com as leis trabalhistas e com o pagamento dos impostos, participar e vencer licitações, cotações e/ou tomadas de preço, além de ser cadastrado em um sistema nacional de fornecedores.

Como ocorre o processo de vendas em um e-commerce?

Pode-se dizer que o processo de compra e venda de um e-commerce ocorra em 3 etapas:

  • Exposição/venda dos produtos;
  • Pagamento;
  • Entrega dos produtos.

Dentro dessas etapas existem outros procedimentos, como marketing, atendimento e suporte ao cliente, transparência do andamento do pedido, pós venda e muito mais.

Vamos a um exemplo prático, você possui uma loja de roupas e resolve criar uma loja virtual, cadastra suas peças acompanhadas das especificações técnicas e características como peso, dimensões e preço.

Nessa sua loja virtual há um carrinho, onde o consumidor pode adicionar vários produtos enquanto navega pelo site. Para finalizar a compra, o cliente precisa realizar um cadastro com informações básicas como nome, endereço, contatos entre outros.

Feito isso, é necessário escolher a forma de pagamento. Quando o consumidor escolhe entre pagar com cartão de crédito/débito ou boleto, as informações são repassadas para uma rede segura para proteger o usuário de fraudes (pagseguro, paypal, entre outros).

Já com relação a entrega do produto, quando há frete, o valor é incluso no valor total da compra. Com o pagamento confirmado é realizado o processo de separação do produto e expedição. Feito isso, o cliente só precisa aguardar pela entrega do produto no local escolhido.

Adquira nossas soluções com o Cartão BNDESPowered by Rock Convert

É importante ressaltar que para despachar os produtos, seja via Correios ou transportadoras, é necessário a apresentação da nota fiscal da mercadoria.

Benefícios do e-commerce

Uma das opções mais buscadas por lojistas que possuem loja física e querem aumentar suas vendas é o e-commerce. Sua criação pode trazer diversos benefícios, não apenas para o seu negócio, mas também para seu cliente, ao proporcionar melhores experiências durante o processo de compra.

As principais vantagens em ter uma loja virtual são:

  • Comodidade para seu cliente (realizar compras sem sair de casa);
  • O cliente pode conhecer todo o seu catálogo de produtos;
  • Canal de vendas dinâmico, versátil e personalizado;
  • Automatização do processo de vendas;
  • Eliminação da barreira de localização e tempo.

Dicas para um e-commerce de sucesso

Se nas lojas físicas as vendas possuem toda a atenção possível, no meio digital não pode ser diferente. Diversos fatores precisam ser levados em consideração para que seu e-commerce obtenha sucesso. Entre os principais, destacamos:

  • Clareza nas informações de contato, políticas de entrega, trocas e devoluções;
  • Informações sobre cada produto deve ser clara e objetiva. O cliente precisa saber exatamente o que está comprando;
  • Manter seu site sempre atualizado;
  • Fornecer diferentes formas de pagamento. Utilizar recursos como o paypal e similares é uma boa ideia;
  • Certificação de segurança. Imprescindível para levar confiança aos usuários do e-commerce;
  • Manter um bom relacionamento com os clientes, tirando suas dúvidas de forma rápida;
  • A informação sobre preço deve conter todos os custos e taxas inerentes à compra para não causar dúvidas ao consumidor;
  • Utilize outros meios para divulgar seu e-commerce e produtos e manter um contato mais próximo com os clientes. Redes sociais e WhatsApp são uma ótima opção;
  • Gestão de estoque eficiente;
  • Integrar o seu e-commerce a um sistema de gestão.

Essas duas últimas dicas são extremamente importantes para facilitar a gestão de sua loja virtual e deixar você focado no mais importante: o seu cliente.

case-sucesso-site-subyPowered by Rock Convert

Aqui na Microsum nós temos o SAGE-WEB, uma solução para criação de e-commerce para lojistas que queiram alavancar suas vendas. A loja virtual é integrada ao nosso SAGE-ERP. Desta forma, a alimentação de produtos, fotos e a gestão de estoque é realizada uma única vez.

Não permita que seus concorrentes passem na sua frente! Crie um e-commerce para sua loja agora mesmo. Entre em contato conosco, podemos te ajudar com o seu sucesso online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *